Capas para Facebook

Adicionar artigo ao twitter

Santo do dia 01 de Fevereiro




Santo do dia 01/02

Santa Ana Michelotti

A beata Ana Michelotti ficou mais conhecida com o nome de Irmã Joana Francisca da Visitação, fundadora das pequenas Servas do Sagrado Coração de Jesus para os doentes pobres. Nas ceu em Annecy (Alta Sabóia, França), filha de pai piemontês e de mãe saboiana, em 29-8-1843. Ainda menina, conheceu o sofrimento por causa de uma doença e também a pobreza por causa da morte prematura do pai. Em 1858 se transferiu com a mãe e o irmão Antônio para Almese (Turim, Itália), junto dos parentes paternos.

O tio Pe. Jaime Michelotti e o pároco a encaminharam para a vida religiosa. Voltando para Annecy com a mãe, em Lião entrou para as aspirantes das Irmãs de São Carlos, voltadas para a instrução e educação da juventude. Mas o seu ideal desde a infância foi o da assistência aos pobres em domicílio. Com a morte da mãe, em 1864, retornou a Annecy. Dois anos depois morreu também o irmão, que tinha entrado entre os irmãos das escolas cristãs. Sozinha, estabeleceu-se em Lião, onde, em 1869, com Catarina Dufaut, entregou-se ao cuidado dos doentes em domicílio com o nome de Pequenas servas. Um grupo de leigos de Lião quis dar mais estabilidade ao grupo, atendendo em domicílio também os nãocrentes e as pessoas que estavam longe de Deus, sem nenhuma aparência de religiosas. Mas a sua companheira se orientava mais para uma congregação religiosa. Surgiram dificuldades. A guerra franco-prussiana de 1870 afastou a irmã Joana de Lião. Quando voltou, foi readmitida como simples noviça e o grupo logo se desintegrou. Em 1871 foi para Turim e em 1874, com duas companheiras, deu início ao seu instituto, com a permissão do arcebispo de Turim, D. Lourenço Gastaldi. Não obstante as dificuldades, a obra se firmou e se expandiu com a abertura de mais duas casas. Em 1887, Irmã Joana se afastou da direção da sua obra por motivos de saúde e veio a morrer no ano seguinte, em 1ª de fevereiro. Foi beatificada em 1975.
 

Santa Veridiana

A Santa que lembramos neste dia, Santa Veridiana, foi uma virgem consagrada a Deus, que na graça de Deus conseguiu viver sua entrega e daí se santificar. Nasceu em 1182 na cidade de Florença, numa nobre família, porém sempre orante e penitência nunca se apegou ao material.

Jovem inteligente passou a trabalhar com um tio que era rico comerciante. Santa Veridiana começou a administrar com grande habilidade os bens que envolviam o comércio de cereais no atacado, no entanto aplicava este seu dom para beneficiar também os pobres de Deus, seus grandes amigos. Santa Veridiana sentia que sua vocação não era de administradora, por isso começou a caminhar para uma vida mais intensa de oração, solidão, contemplação e penitência. Trabalhou com assistência aos peregrinos, fez viagens que lhe proporcionaram santificação, pois muito sofreu ao andar descalça e pedindo esmolas até chegar aos túmulos dos apóstolos Pedro e Paulo.

Foi na sua terra Natal que debilitada ficou numa sela durante trinta quarto anos entregue a vida de solidão , penitênica e oração, ou seja, amando a Deus com todo o coração, alma e espírito. Seu alimento era pão e àgua e seu apostolado era a intercessão e conselhos aos irmãos. Foi elevada ao céu em 1242.