Capas para Facebook

Adicionar artigo ao twitter

Santo do dia 04 de Junho




Santo do dia 04/06

São Crispim

Neste dia especial lembramos a pessoa que foi o primeiro Santo Canonizado pelo Papa João Paulo II. São Crispim nasceu em Viterbo na Itália em 1668 , filho de pais que perdeu muito cedo.

Ao ir morar com famíliares teve a oportunidade de estudar com os Jesuítas, porém entrou para o nociado Franciscano depois que foi despertado pela piedade dos jovens noviços. Na sua família Relegiosa serviu na cozinha, horta, enfermaria e principalmente pediando esmolas e dando Jesus pois tinha se feito pobre para enriquecer com Deus as Almas.

João Paulo II enfocou a santidade da alegria, deste Santo que falava o que vivia: "Quem ama a Deus com pureza de coração, vive feliz e depois morre contente". Disponível , irmão dos pobres e inimigo do pecado, São Crispim que entrou no Céu em 1748 era um irmão franciscano que amou de todo coração a Virgem Maria, confiou-se inteiramente aos cuidados da Divina Providência, por isto alcançou esta graça que Deus têm para todos nós, seus filhos: SANTIDADE.
 

São Francisco Caracciolo

São Francisco Caracciolo, nasceu no dia 13 de outubro de 1563, em Vila Santa Maria de Chieti. Seu nome de batismo era Ascânio Caracciolo e morava junto a Congregação dos Brancos da Justiça, que se dedicavam à assistência aos condenados à morte, exercendo a mesma obra humanitária, outro sacerdote com idêntico nome, Ascânio Caracciolo. Uma carta escrita pelo genovês Agostinho Adorno, venerável, e por Fabrício Caracciolo, abade de Santa Maria Maior de Nápoles. Ambos se dirigiram a Ascânio Caraciollo para pedir colaboração para a fundação de uma nova Ordem, a dos Clérigos Regulares Menores. Mas a qual dos dois Caracciolos seria?

A São Francisco Caracciolo se deve a introdução de mais um voto, além dos comuns de pobreza, castidade e obediência: o de não aceitar dignidade alguma eclesiástica. A pequena congregação estava numa pequena moradia perto da Igreja da Misericórdia. Depois de ter que aceitar por obediência o cargo de prepósito geral a jovem congregação se estabelecia em Roma, na Igreja de Santa Inês, na prática Navona. Quando términou seu mandato, retornou para Espanha, onde havia estado em 1593 e lá fundara uma casa religiosa em Valladolid e um colégio em Alcalá. Foi mestre de noviços em Madri e novamente Prepósito da casa de Santa Maria Maior de Napóles.

Morreu aos 45 anos de idade, no dia 4 de junho de 1608, tendo sido sepultado na Igreja de Santa Maria Maior. Entre seus numerosos milagres, temos a cura de um aleijado precisamente durante seus funerais, acendendo totalmente a devoção dos napolitanos para com este grande santo.

Foi canonizado em 24 de maio de 1807 pelo Papa Pio VII e eleito co-padroeiro da cidade de Nápoles no ano de 1840.