Capas para Facebook

Adicionar artigo ao twitter

Santo do dia 06 de Março




Santo do dia 06/03

Santa Coleta

Santa Coleta nasceu em Córbia, diocese de Amiens, em 13 de janeiro de 1381. Em honra a São Nicolau, seus pais lhe deram o nome de Nicoleta, por já estarem em idade avançada quando a menima nasceu. Ficou sob os cuidados de um abade do convento beneditino em Córbia, quando ficou orfã, distribuiu tudo o que possuía aos pobres e ingressou na Ordem Terceira de São Francisco, pronunciando o voto de reclusão. Por três anos viveu numa pequena cela. Dali saiu para empreender a ordem franciscana. Foi nomeada superiora de todos os conventos de Clarissas que viesse a fundar ou reformar, logo alcançando França, Espanha, Flandres e Sabóia. Santa Coleta morreu em Gand, Bélgica, no dia 6 de março de 1447.
 

Santa Rosa de Viterbo

A santidade é uma graça que o Espírito Santo quer dar a todos, porém é Ele que vai no tempo Dele manifestando para o mundo este dom dado a quem luta diariamente. Por exemplo Santa Rosa que lembramos neste dia muito cedo começou a externar atitudes extraordinárias e coragem e amor ao Senhor. Nasceu em Viterbo em 1233 de pobre e humilde família; quando tinha apenas três anos conta-se que pela sua oração Jesus reviveu uma tia. Com sete anos Rosa pegou uma forte doença que foi meio para sua vida de consagração, pois Nossa Senhora apareceu a ela restituindo a saúde e chamando a total entrega de vida. Santa Rosa antes mesmo de alcançar idade, resolveu e vestir um hábito franciscano, já que sua meta era entrar na Ordem de Santa Clara de Assis. Menina cheia do Espírito Santo não ficou parada diante dos hereges cátaros que semeavam a rejeição às autoridades, assim com o próprio Imperador da Alemanha que prepotente protegia os hereges e buscar o prejuízo da Igreja. Santa Rosa com apenas doze anos era instrumento eficaz nas mãos Pai Celeste, por isso anunciava o Evangelho e denunciava as artimanhas de Satanás na época. Banida pelo imperador continuou profetizando, até o imperador morreu, ela voltou como heroína para Viterbo e mesmo sem ser aceita com dezesseis anos pelas Irmãs Clarissas, Santa Rosa perseverou no caminho da santidade até pegar uma doenças que a levou com dezoito anos para a Eterna Morada de Deus.